As principais características de um bom programa estágio e trainee, e a que se destinam.

O que é um programa de estágio e trainee, e para que se aplica.

Os programas de estágio e trainee são desenvolvidos em grandes corporações, para abrir caminhos e oportunizar o desenvolvimento de talentos, o que facilita a atuação do RH em seus diversos desafios, sendo um dos principais, a retenção.

Esse tipo de programa permite que as organizações encontrem e retenham talentos com agilidade, assertividade e democratização do processo, sem barreiras geográficas. 

Além disso, as empresas aumentam o valor de sua marca no mercado, tornando-se disputada por potenciais e atuais funcionários, gerando maior produtividade, dentre outros ganhos para a Organização.

Profissionais que estão iniciando sua trajetória profissional e querem ser protagonistas de sua história, almejam empresas empreendedoras, com processos desafiadores, atentas a questões de responsabilidade social e que promovam possibilidades de crescimento e construção de uma carreira consistente.

Um bom programa de estágio e trainee deve ainda apresentar talentos que se conectem com a cultura, valores e modelos de negócio das organizações.

Quais as principais características de um programa de estágio e trainee.

A avaliação dos candidatos deve ser conduzida de forma prática e inovadora, permitindo por meio de games e atividades colaborativas, avaliar a capacidade de realização e entrega dos candidatos!

É imprescindível para a elaboração de um programa de estágio e trainee conhecer e entender com profundidade a cultura organizacional, para promover um alinhamento entre o perfil dos candidatos, por meio do mapeamento de soft skills, e as expectativas da empresa, o que permitirá a construção de um programa criterioso e dinâmico, capaz de proporcionar uma experiência positiva para candidatos e para a empresa.

Um programa estágio e trainee deve ser pensado e construído, desde suas etapas iniciais, buscando garantir o match ideal entre candidatos e empresas. Canais de divulgação, instrumentos, métodos e ferramentas de avaliação de perfil, meio de comunicação com candidatos, relatórios de gestão em tempo real, devolutivas para os participantes do programa, até a entrega dos candidatos selecionados, devem ser elaborados respeitando as especificidades e cultura de cada empresa, sempre de forma dinâmica, inclusiva e atrativa.  

O mundo e o mercado de trabalho estão em constante renovação, por isso, é preciso sempre um olhar inovador, acompanhando tendências, conciliando as diferenças de cada geração e sua cultura, para criar programas com eficiência, permitindo a expressão dos candidatos em situações permeadas por respeito, acolhimento e seriedade.  

E ainda, com a recente disruptura trazida pela consolidação dos modelos de trabalho remoto, as organizações se encontram diante de novos desafios de integração de equipes, construção de senso de pertencimento e alinhamento da cultura organizacional.

Nesse sentido, um programa de estágio e trainee conduzido de maneira correta é uma importante peça na criação de um senso de integração e pertencimento nos novos funcionários, sendo esse um grande desafio do RH em tempos de trabalho remoto, onde muitas vezes, o novo funcionário não teve e nem terá em breve, nenhum contato físico presencial com a organização, seus gestores e pares de trabalho.

Deixe uma resposta